Espelho

espelho4

Aquele momento que a gente olha e se vê.

Viramos espectadores de nossas próprias histórias. Aquele olhar de fora e sem reconhecimento.

“Afinal, que vida é essa que to levando? Quem é esse aí? Essa vida não é minha!”

Mas é sim! É tanto que te dói. Porque quando você olha e enxerga o espelho da realidade, ele te machuca. Machuca ver suas dúvidas, seus medos, seus erros, suas consequências.

Dói aceitar que não somos nem metade do que sonhamos ser. Do que desejamos ser. Do que acreditamos ser.

Contudo dor existe para ensinar, para moldar, para fazer crescer. De tudo isso, da vida que parece ser outra, do protagonista que parece não ser nosso, tiremos o material que nos fará, um dia, ser aquele que ansiamos ser. Um dia que pode não ser amanhã, mas será um dia.

A eternidade é feita das reticências diárias, das lutas internas, das reformas íntimas.cropped-2_flat_logo_on_transparent_234x75.png..

Anúncios